Doenças Arteriais

 

As doenças arteriais podem ser ocasionadas pela ateroesclerose, por alterações na coagulação (trombofilias), por inflamação dos vasos (vasculites), por uso de medicamentos e drogas, dentre outras causas. A ateroesclerose é a principal responsável e tem como principais fatores de risco o tabagismo e o diabetes. Outros fatores de risco importantes são a hipertensão arterial, o colesterol elevado e a falência dos rins.

Aneurisma de Aorta

 

A artéria aorta se origina no coração e pode sofrer dilatações em qualquer parte do seu trajeto até o abdome. A principal complicação dos aneurismas é a ruptura, que na maioria das vezes é fatal. Caso a dilatação da aorta seja exagerada, é necessário o tratamento cirúrgico. O tratamento cirúrgico pode ser realizado através de cirurgia convencional, mas, atualmente, sempre que possível, se dá preferência pelo tratamento endovascular.

 

 

SAIBA MAIS

Obstrução das Artérias

 

A ateroesclerose pode ocasionar obstrução das artérias, especialmente nos membros inferiores. Os principais sintomas são dor para caminhar (claudicação), dedos arroxeados (cianose), sensação de frio nos pés (frialdade) e até necrose. Nos casos mais graves, pode levar à amputação. Por isso, a prevenção da doença e das suas complicações através de tratamentos clínicos e cirúrgicos são de fundamental importância.

 

SAIBA MAIS

Obstrução das Carótidas

 

As carótidas são as principais artérias responsáveis pelo fluxo sangüíneo para o cérebro. Fatores de risco, como o colesterol elevado, podem levar a formação de placas de ateroma, geralmente na sua bifurcação e na carótida interna. Caso ocorra uma obstrução importante da artéria, pequenos fragmentos dessas placas podem se desprender e atingir o cérebro, levando ao derrame cerebral (AVC). Nesses casos, o tratamento cirúrgico pode estar indicado.

 

SAIBA MAIS